Mês: julho 2021

Tudo o que você precisa saber sobre a tecnologia ZoneSafe para proteger seus colaboradores!

A ZoneSafe é uma tecnologia que utiliza Identificação por Radiofrequência (RFID) para criar zonas de detecção em torno de veículos, ativos, pontos de passagem e passarelas para proteger seus colaboradores. Falamos tudo sobre ela e tiramos todas as suas dúvidas! Confira:

– As tags utilizadas por colaboradores, são configuradas em torno das zonas de perigo e são identificadas pelo sistema assim que entram na zona de detecção, com raio de 3 a 9 metros. Disparando um alerta visual e audível, avisando motoristas e pedestres sobre os riscos próximos.

– As Tags do ZoneSafe não exigem visibilidade e são detectados independentemente de obstruções, pontos cegos ou pouca visibilidade.

– A tecnologia também oferece dados de eventos e relatórios de quase acidentes, obtidos via registro de dados do nosso software Insight Data Management.

– Também conta com InsightTM Data Management, um software baseado em nuvem com uma plataforma de serviço (SaaS) para gerentes e supervisores de locais de trabalho que permite identificar ocorrências de quase falhas, analisar tendências, criar relatórios e gerenciar incidentes com veículos e pedestres.

 

Leia também: Conectividade: item essencial para a automação!

Conectividade: item essencial para a automação

Diversos fatores são determinantes para o sucesso de um projeto de automação. Como por exemplo: a escolha do integrador da solução, os equipamentos de hardwares e softwares, a infraestrutura de elétrica e instrumentação, entre outros.

Muitas vezes a conectividade não é considerada como um item fundamental do projeto e esse é um dos principais erros na hora de elaborar e colocar em prática o projeto de automação da sua empresa, afinal, toda a comunicação, como a transmissão e recebimento de dados acontecerá via conexão de dados.

A melhor forma é entender qual a necessidade do seu projeto de automação. Utilizar cabeamento, conectores e switchs, são algumas opções sempre levando em consideração as necessidades específicas de cada aplicação é a melhor prática a ser seguida.

 

Leia também: Por que investir em soluções tecnológicas na sua indústria?!